Cooperjornais

“O Cooperjornal é o informativo da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce que mantém seus cooperados e demais públicos de interesse informados sobre as ações realizadas pela instituição. Além disso, contamos histórias de pessoas que encontraram no cooperativismo a melhor solução de negócio de forma justa, ética e sustentável. Também são abordados temas sobre pecuária leiteira, agronegócio, mercado de leite e cooperativismo.”

COMITÊ EDUCATIVO

“Desde 1981, a Cooperativa desenvolve um trabalho aprofundado de educação cooperativista através das Reuniões de Comunidades e do Comitê Educativo são veículos de comunicação diretos e diários com o cooperado, pois proporciona fluxo de informação entre comunidade e a instituição.  Somos a única cooperativa do Brasil que realiza este trabalho há 38 anos ininterruptos.

PREVISÃO DO TEMPO

Confira a previsão do tempo nas 57 cidades de atuação da Cooperativa. Aqui você consegue ver as condições previstas  de temperaturas, sensação térmica, umidade do ar e mudanças climáticas. Não seja surpreendido pelo tempo!

Nossos 62 Anos

“1959, foi quando nasci! Realizei o sonho de meus pais e seus amigos. Eles imaginaram como eu seria! Se seria fiel a seus valores. Se realizaria grandes feitos. Hoje, posso dizer: Eles ficariam orgulhosos! Semeei ideiais, plantei união e hoje colho desenvolvimento daqueles que acreditam em  mim! Eu sou a Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce há sessenta mantendo o ciclo da vida de milhares de pessoas em movimento.”

 

A Cooperativa

“Nossa história iniciou com Luiz de Castro Côrtes. Tendo o desejo de unir a classe produtora de leite e fazer mais pela comunidade, ele e outros 186 produtores rurais, foram os pioneiros do movimento cooperativista em Governador Valadares. Desde 1959, desenvolvemos de forma sustentável a bacia leiteira da região, atuando na captação de aproximadamente 6 milhões de litros de leite/mês. Com saúde financeira reconhecida pelo Programa de Desenvolvimento Econômico-Financeiro (GDA), somos a 2º melhor cooperativa do ramo agronegócio em Minas Gerais e a 5° melhor a nível Brasil, conforme a Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais (Sistema Ocemg).”

missão

Oferecer produtos e serviços de qualidade, com preços justos, através de práticas inovadoras e sustentáveis, gerando valor e desenvolvimento aos cooperados, clientes, colaboradores fornecedores e sociedade. 

visão

Ser reconhecida pela qualidade dos seus produtos e serviços, bem como pelo desenvolvimento da cadeia produtiva do agronegócio. 

valores

Atitude de dono. Compromisso social e ambiental. Confiança e credibilidade. Cooperação e parceria. Crescimento consiente com foco em resultado. Ética e transparencia em todas suas relações. Gestão e Inovação. Profissionalização e valorização das pessoas. Respeito. Segurança e integridade. Simplicidade nas ações. Trabalho em equipe e aprendizado contínuo.

Marca Ibituruna

A marca Ibituruna foi readquirida pela Cooperativa em 2014. Nasceu no Vale do Rio Doce marcando a identidade e qualidade local através dos produtos Ibituruna. Atualmente não possui fronteiras e é reconhecida em todo o Brasil.

NOSSos projetos

Com foco no aumento da produção de leite com qualidade , o projeto é desenvolvido por meio do Armazém da Cooperativa, assistências técnicas periódicas e do Projeto Educampo, que direciona o cooperado a ter gestão nos custos e sustentabilidade da atividade leiteira.

É um projeto que moderniza a atividade leiteira e garante a qualidade de vida para a família cooperativista. Utilizando recursos da própria Cooperativa e subsídios de parceiros, o cooperado tem a oportunidade de melhorar a qualidade genética do seu rebanho, seja ele pequeno, médio ou grande produtor.

Desde 1981, a Cooperativa desenvolve um trabalho aprofundado de educação cooperativista através das Reuniões de Comunidade e do Comitê Educativo. As Reuniões e o Comitê são veículos de comunicação direto e cotidiano com o cooperado, pois proporciona fluxo de informações entre comunidade e instituição. 

NOTÍCIAS

TREINAMENTO:  TÉCNICAS PARA A UTILIZAÇÃO DE FERTILIZANTES

TREINAMENTO: TÉCNICAS PARA A UTILIZAÇÃO DE FERTILIZANTES

Na última terça-feira (8), foi realizado um treinamento com a equipe de vendas do Armazém e a equipe técnica da Cooperativa, através da plataforma digital Microsoft Teams, cujo tema foi Técnicas Para a Utilização de Fertilizantes.

            O treinamento teve como objetivo ampliar os conhecimentos e a presença do Armazém nesse segmento tão importante e necessário para o desenvolvimento das pastagens e outras culturas em nossa região. O responsável por ministrar a capacitação foi o Engenheiro Agrônomo e gerente de vendas da Fertipar Sudeste, Ieres Peixoto, que na oportunidade apresentou os produtos do Grupo Fertipar, bem como as recomendações do fabricante para o uso de cada adubo.

            Para o ministrante do treinamento, o momento possibilitou saber mais sobre a parceira Cooperativa. “É a oportunidade de conhecer melhor a realidade do mercado atendido pela Cooperativa e alinhar a forma de trabalhar juntos, com o intuito de atender da melhor forma toda demanda gerada pela Cooperativa e seus cooperados e assim fortalecer cada vez mais nossa parceria, através da satisfação dos clientes atendidos.” Explica.

De acordo com o agrônomo da Cooperativa, Antônio Rezende, o treinamento foi de extrema importância. Visto que “agregou muito sobre as formas corretas de aplicação e o momento adequado de utilizar os adubos. Essas orientações facilitam muito para que possamos fazer indicações aos produtores de acordo com as culturas que cada um cultiva.” Esclarece.

Cooperativa e Univale somam forças para impulsionar o agronegócio no Vale do Rio Doce

Cooperativa e Univale somam forças para impulsionar o agronegócio no Vale do Rio Doce

Na última terça-feira (8), o gerente de Política Leiteira, Alexandre Negri, e o superintendente administrativo e financeiro da Cooperativa, Gilmar Oliveira se reuniram com o coordenador do curso de Medicina Veterinária, Victor Negrão, o coordenador do Centro de Empregabilidade e Oportunidade (CEO), Vinícius Viana e o coordenador do Curso de Administração da Univale, Leonardo Carneiro.

A reunião teve o objetivo de estreitar o relacionamento entre a Cooperativa e os cursos de Agronomia e Medicina Veterinária da Univale. Além disso, avaliar a possibilidade de firmar parceria na promoção de estágios e contribuir para equipar e fornecer estrutura adequada para a realização das aulas práticas.

De acordo com o gerente de Política Leiteira, Alexandre Negri, a aproximação entre os cursos e a Cooperativa é essencial, visto que o agronegócio está expandido significativamente em todo país. “O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio cresceu 2,06% em dezembro e fechou o ano de 2020 com uma expansão recorde de 24,31%, na comparação com 2019, segundo Comunicado Técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Diante disso, a qualificação de profissionais do setor se torna fundamental. Nós, por sermos uma cooperativa, temos a responsabilidade de desenvolver economicamente e intelectualmente a comunidade onde estamos e essa reunião serviu para alinhamos novas oportunidades para o setor”. Explica Negri.

Visto isso, a Cooperativa está somando forças com a Univale, mais especificamente com o curso de Medicina Veterinária. O coordenador do curso, Victor Negrão, salienta como irá funcionar essa sinergia entre as instituições. “A Univale conhecedora da região de Valadares percebe a falta de um centro de atendimento veterinário de pequenos e grandes animais com tecnologia e exames de ponta. Nesse sentido, deu início a um projeto para abrir e fomentar dois hospitais veterinários, um de pequenos e outro de animais de grande porte. O hospital direcionado a animais de grande porte é passível de ser montado através de parcerias, por isso resolvemos estreitar os laços com a Cooperativa e a União Ruralista Rio Doce que nos ajudarão nesse projeto. Além disso, buscamos parcerias para a construção de modelos de negócios e serviços como, por exemplo, um aviário, piscicultura, plantio de jabuticabeiras e tomate. Então o objetivo é unir as forças das instituições para fazermos muitas coisas boas como modelo de negócio para ser replicado nas propriedades da região”.

Cooperativa, União Ruralista e Univale se unem na promoção do agro de Valadares e região!

Líderes de entidades sindicais se reúnem com presidente da Cooperativa

Líderes de entidades sindicais se reúnem com presidente da Cooperativa

A Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce mantém relacionamento estreito com entidades que representam o agronegócio. Dentre elas, estão as entidades sindicais rurais e a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg). Por isso, na última quinta-feira (20), o presidente da Cooperativa, João Marques, participou de uma reunião junto a líderes do setor.
O encontro que aconteceu na sede da União Ruralista Rio Doce (URRD) contou com a presença dos senhores Antônio Pitangui de Salvo, presidente do sindicato Rural de Curvelo e candidato à presidência da Faemg, Frank Mourão, presidente do Sindicato Rural de Sabinópolis, Antônio Carlos Brandão, diretor do Sindicato Rural de Coroaci, Celso Gonçalves, presidente do Sindicato de Coroaci, Renato Abib Miranda, presidente do Sindicato de Tarumirim, Lúcio Flávio, presidente do Sindicato Rural de Resplendor, Afonso Bretas, presidente do Sindicato Rural de Governador Valadares, Maria Lourdes, diretora do Sindicato Rural de Governador Valadares, Roberto Cezar, diretor do Sindicato Rural de Governador Valadares e José Miguel Merlo, presidente da União Ruralista Rio Doce.
A reunião dos líderes teve como propósito discutir sobre as ações da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (FAEMG), apresentar o candidato à presidente da Federação o senhor, Antônio Pitangui de Salvo, e articular a campanha eleitoral na região de Governador Valadares. Além disso, apresentar as dificuldades da região ao candidato para que ele tenha ciência das necessidades do Vale do Rio Doce caso tenha êxito nas eleições que ocorrerão no próximo deia 31 de agosto de 2021.
De acordo com o presidente da Cooperativa, João Marques a união de entidades que representam o agro é de fundamental importância para o desenvolvimento do setor. “O Sistema Faemg e suas ramificações, os sindicatos, são extremamente importantes para o desenvolvimento do agronegócio em Minas Gerais. Visto que atuam na defesa dos direitos e interesses da classe, prestação de serviços e desenvolvimento do homem do campo através de treinamentos e projetos de assistência técnica. Diante da sua importância, precisamos fortalecer o sistema e as entidades que atual em prol da classe produtora para que o agronegócio cresça ainda mais em nosso país, gere mais renda e qualidade de vida para as pessoas.” Explica.
O candidato à presidência da Faemg, Antônio Pitangui de Salvo, diz que o agro precisa acompanhar as evoluções tecnológicas que estão sendo inseridas no campo. “O agro se desenvolve de forma pujante e a Faemg precisa acompanhar todo o pacote tecnológico que tem entrado no campo, por isso, iniciamos o processo de eleição com a chapa Inova Faemg para que a gente possa de uma maneira clara e segura impulsionar ainda mais o crescimento da nossa federação de forma inovadora e atuante junto aos sindicatos. Visto isso, estamos concorrendo as eleições no próximo dia 31 de agosto. A nossa chapa é composta por diversos líderes de sindicatos rurais e de setores variados do agro do Estado de Minas Gerais para termos legitimidade e representatividade compatíveis com o agronegócio mineiro. O apoio de produtos de leite e entidades do setor é de suma importância uma vez que a cadeia do leite é capilarizada em toda Minas Gerais.” Explica.
O Sistema Faemg defende os interesses dos produtores rurais, capacita os profissionais do campo e desenvolve pesquisas que fomentam o agronegócio do Estado de Minas Gerais.

Mapa do Leite

Estamos presentes em quase 60 municípios da região do Vale do Rio Doce, levando desenvolvimento e fomentando a economia local.

Endereço da Cooperativa e Armazém
Avenida Rio Bahia, BR 116, km 411
Bairro Planalto - Gov. Valadares/MG
CEP: 35.054-060